A Extensão no Instituto Federal Farroupilha (IFFar): construindo saberes e aproximando pessoas

Resumo

Ao longo dos anos, a Extensão foi se construindo por meio de um processo dinâmico, marcado pelas características históricas e pela cultura acadêmica. Nessa trajetória conceitual, passou por ressignificações, considerando as múltiplas e recíprocas relações com a sociedade. Com o intuito de apresentar as possibilidades da Extensão como mecanismos de transformação dos diversos sujeitos envolvidos, o presente trabalho tem como objetivo apresentar a trajetória da Extensão no IFFar, enfatizando as políticas de incentivo e as ações executadas. Para tanto, baseou-se na analise documental, relatórios de gestão e relatórios gerados pelo SIGAA (Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas). Como resultados verificou-se que o número de ações de extensão aumentou gradativamente no período de 2016 a 2018. As áreas da extensão com maior número de ações cadastradas são, respectivamente, a educação, a tecnologia e produção, a cultura e as sociais. Nos últimos anos houve um processo de mudança no direcionamento das políticas de extensão do IFFar, incentivando a participação não só de docentes mas também de técnicos administrativos e, especialmente, de estudantes, desde o ensino médio até a pós-graduação, o que se confirmou com os resultados apresentados nos relatórios institucionais, onde constatou-se um aumento no número de servidores envolvidos, de 64% e 52%, para docentes e técnicos administrativos, respectivamente. O número de estudantes aumentou 25% e 75%, para bolsistas e voluntários, respectivamente, nos anos analisados.Palavras-chave: Ações de Extensão; Transformação Social; Demandas Regionais.
PDF

Referências

CONIF/IFMT. Extensão Tecnológica - Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Conselho Nacional das Instituições Federais de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. --Cuiabá (MT): CONIF/IFMT, 2013. Brasília – DF. 2012.

FREIRE, Paulo. Extensão ou comunicação? Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.

IFFAR. Plano de Desenvolvimento Institucional do Instituto Federal Farroupilha 2014-2018. Disponível em https://www.iffarroupilha.edu.br/documentos-do-pdi/item/8369-plano-de-desenvolvimento-institucional-2014-2018. Acesso em agosto de 2019.

IFFAR. Plano de Desenvolvimento Institucional do Instituto Federal Farroupilha 2019-2026. Disponível em https://www.iffarroupilha.edu.br/documentos-do-pdi/item/13876-pdi-2019-2026. Acesso em agosto de 2019.

MIRRA, Evando. A ciência que sonha e o verso que investiga. São Paulo: Editora Papagaio, 2009.

NOGUEIRA, Maria das Dores Pimentel; Avaliação da Extensão Universitária: práticas e discussões da Comissão Permanente de Avaliação da Extensão / Organização: Sonia Regina Mendes dos Santos [et al.] – Belo Horizonte: FORPROEX/CPAE; PROEX/UFMG, 2013. Capítulo: A construção da extensão universitária no brasil: trajetória, p. 28-50.

NOGUEIRA, Ana Carolina Oliveira; LOPES, Daniela Oliveira; HETSPER, Rafael Vargas. Cadernos de Formação: Reflexões e Práticas Extensionistas na Unipampa, 2016.

PAULA, João Antonio de. A extensão universitária: história, conceito e propostas. Revista Interfaces. Disponível em: .

Resolução CONSUP nº 46/2016 - Regulamento de ações, programas e projetos de pesquisa, ensino, extensão, desenvolvimento institucional e inovação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha. Disponível em: https://www.iffarroupilha.edu.br/regulamentações-e-legislação/item/382-regulamentações-e-legislação

Resolução CONSUP Nº 47/2016 - Normas para projetos de pesquisa ensino, extensão, desenvolvimento institucional e inovação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha. Disponível em: https://www.iffarroupilha.edu.br/regulamentações-e-legislação/item/382-regulamentações-e-legislação

Sistema Integrado de Gestão. Disponível em https://sig.iffarroupilha.edu.br/sigaa/extensao/menu.jsf. Acesso em 12 de novembro de 2018.