https://periodicos.iffarroupilha.edu.br/index.php/cienciainovacao/issue/feed Revista de Ciência e Inovação 2024-04-19T15:48:41-03:00 Rejane Flores rcif@iffarroupilha.edu.br Open Journal Systems <p>A Revista de Ciência e Inovação (RCI) constitui-se em um periódico técnico-científico multidisciplinar do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha (IFFar).</p> <p>Tem por finalidade publicar trabalhos originais e inéditos da produção científica nacional e internacional nas diversas áreas do conhecimento.</p> <p align="justify">A RCI apresenta fluxo contínuo e disponibiliza o seu conteúdo para acesso aberto e gratuito.&nbsp;</p> <p align="justify">&nbsp;</p> https://periodicos.iffarroupilha.edu.br/index.php/cienciainovacao/article/view/426 Uso de um SIG-T como apoio à análise da condição de pavimentos asfálticos 2024-01-02T14:31:33-03:00 Larissa Gimenes larissa.gimenes@uel.br Heliana Barbosa Fontenele heliana@uel.br Carlos Alberto Prado da Silva Junior cprado@uel.br <p>No Sistema de Gerência de Pavimentos, de forma a direcionar melhor os recursos destinados à infraestrutura, adotam-se métodos de avaliação dos pavimentos para verificar as condições funcionais e estruturais das vias. Atualmente, em auxílio ao Sistema de Gerência de Pavimentos, tem-se utilizado frequentemente os Sistemas de Informações Geográficas. Este trabalho tem como objetivo comparar dois tipos de métodos para avaliação da condição de pavimentos asfálticos: o subjetivo e o objetivo. Foram utilizados, na pesquisa, a avaliação subjetiva — com e sem o uso de uma escala visual de referência — e o método objetivo do <em>Pavement Condition Index</em>. Os resultados das avaliações foram comparados com o auxílio de um Sistema de Informações Geográficas para Transportes, a partir da geração de mapas temáticos. Foi possível observar que ambos os métodos de avaliação podem ser utilizados, visto que apresentam resultados coerentes entre si. Conclui-se que o uso de um Sistema de Informações Geográficas para Transportes pode auxiliar em futuras elaborações e estudos de planos para manutenção e reabilitação de pavimentos.</p> 2024-01-01T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2024 Larissa Gimenes https://periodicos.iffarroupilha.edu.br/index.php/cienciainovacao/article/view/402 Desafio do controle do carrapato bovino em propriedades leiteiras na região noroeste do Rio Grande do Sul, Brasil. 2024-03-08T10:32:48-03:00 Miguel Tiaraju Goral de Paula miguel.2019008900@aluno.iffar.edu.br Gabriela Manfro Magalhães gabriela.2019010373@aluno.iffar.edu.br Cássio Henrique Caramori cassio.2019001276@aluno.iffar.edu.br Eduarda Zitkoski eduarda.2019005515@aluno.iffar.edu.br Thirssa Helena Grando thirssa.grando@iffarroupilha.edu.br <p>A bovinocultura leiteira necessita de equilíbrio entre três manejos fundamentais, que unidos formam a tríade: nutrição, sanidade e reprodução. Em relação à sanidade, podem-se elencar vários pontos críticos que devem ser monitorados para o melhor desempenho do rebanho. Dentre as enfermidades, destacam-se as ectoparasitoses, e o principal parasita é o carrapato (<em>Rhipicephalus microplus</em>)<em>.</em> A alta infestação por esse ectoparasita causa danos diretos ao animal, determinando, como consequência, baixo rendimento produtivo e danos indiretos, por ser vetor de outras enfermidades. O trabalho teve como objetivo traçar um perfil das propriedades leiteiras da região de Frederico Westphalen (Rio Grande do Sul, Brasil), investigando a presença e o controle do carrapato bovino. Foram realizadas visitas em 19 propriedades rurais, onde a bovinocultura leiteira era a principal atividade e fonte de renda. Foram coletadas e analisadas informações gerais das propriedades, índices zootécnicos e dados referentes ao manejo dos animais. Concluiu-se que todas as propriedades participantes possuem problemas com carrapato, e isso ocorre através de falhas no manejo e no controle dos ectoparasitos.</p> 2024-02-21T16:04:53-03:00 Copyright (c) 2024 Miguel Tiaraju Goral de Paula , Gabriela Manfro Magalhães , Cássio Henrique Caramori , Eduarda Zitkoski , Thirssa Helena Grando https://periodicos.iffarroupilha.edu.br/index.php/cienciainovacao/article/view/395 Fermentação de alimentos de origem vegetal e benefícios à saúde 2024-01-23T10:44:37-03:00 Karine Streda karinestreda@gmail.com Joseana Severo joseana.severo@iffarroupilha.edu.br <p>A fermentação é uma técnica milenar utilizada por diferentes culturas, que, além de promover a conservação, ocasiona a produção de compostos benéficos à saúde. O consumo de alimentos funcionais, como prebióticos e probióticos, está em crescimento em todo o mundo, devido aos seus inúmeros benefícios. Alimentos fermentados a partir de vegetais surgem como alternativa para consumidores com restrições alimentares ou ideológicas e que buscam uma alimentação saudável. Na fermentação dos vegetais, ocorre uma série de reações, mediadas por microrganismos e enzimas, que influenciam o sabor, o aroma e os compostos produzidos e originam produtos finais potencialmente funcionais. Neste trabalho, por meio de uma revisão bibliográfica realizada nas principais bases de dados, buscou-se abordar trabalhos relacionados à temática dos alimentos fermentados de origem vegetal com ênfase nos aspectos relacionados à saúde e componentes funcionais. O Brasil apresenta um grande potencial para o desenvolvimento de fermentados de origem vegetal, tendo em vista a grande diversidade de vegetais encontrada em seu território. E, assim, pesquisas devem ser conduzidas para o desenvolvimento e aprimoramento desses produtos, visando à produção de alimentos potencialmente funcionais e comercialmente interessantes.</p> 2024-01-19T16:28:00-03:00 Copyright (c) 2024 Karine Streda, Joseana Severo https://periodicos.iffarroupilha.edu.br/index.php/cienciainovacao/article/view/437 O conceito de inovação no setor científico-militar como elemento estratégico 2024-02-16T13:07:02-03:00 Kleber Saldanha de Siqueira kleber.siqueira@cedu.ufal.br <p>O processo de gestão da inovação representa importante doutrina nos diversos espaços onde a administração de bens, recursos e cenários decisórios determinam o êxito de uma instituição, dentro de sua missão existencial. No campo da administração, a inovação é peça-chave na manutenção de processos que visam à otimização sistemática de cadeias produtivas, e o gerenciamento estratégico de informações preponderantes para sobrevivência das instituições. Assim, este estudo bibliográfico narrativo, procura analisar a importância e os impactos da inovação no setor científico-militar, a partir de pesquisas publicadas na última década, reverberando o valor estratégico dos processos de inovação no setor militar, destacando o processo tecnológico como matriz principal deste cenário. A partir das reflexões propostas neste estudo, fica ratificado o papel decisivo da inovação na obtenção e aperfeiçoamento de processos e recursos voltados para o desenvolvimento tecno-científico militar, refletindo de forma direta na capacidade de persuasão das forças militares diante de circunstâncias críticas, onde a hegemonia bélica cumpre papel decisivo na manutenção da segurança e preservação do território nacional.</p> 2024-02-15T14:09:39-03:00 Copyright (c) 2024 KLEBER SALDANHA DE SIQUEIRA https://periodicos.iffarroupilha.edu.br/index.php/cienciainovacao/article/view/419 O que são ecossistemas? Uma abordagem a partir da literatura de gestão e inovação 2024-04-19T15:48:41-03:00 Camila Coletto camila.coletto@iffarroupilha.edu.br Leonardo Caliari leonardocaliari95@gmail.com Daniela Callegaro-de-Menezes daniela.callegaro@ufrgs.br <p>A literatura acadêmica apresenta diferentes proposições conceituais, revisões sistemáticas e análises do estado da arte que sistematizam o fenômeno dos ecossistemas e contribuem para a sua consolidação como teoria. Nesse sentido, o objetivo deste ensaio teórico é clarificar as discussões sobre ecossistemas, apresentando um panorama conceitual sobre o tema e suas aplicações na área de gestão e inovação. Foram enfatizadas publicações dos últimos cinco anos (2018 – 2022), bem como obras clássicas que tratam da temática e que contribuíram na evolução da utilização do conceito na área de gestão e inovação. Após uma visão geral do que são os ecossistemas e de suas diferentes proposições conceituais, incluindo as três diferentes gerações de estudos — a) construção, b) experimentação e c) compreensão —, discutiram-se os quatro principais tipos de ecossistemas: negócios, inovação, empreendedorismo e conhecimento, bem como seus níveis de análise — estratégico e regional. O artigo também traz exemplos de aplicações dos ecossistemas e chama a atenção para a utilização adequada dos termos. Por fim, sugerem-se possibilidades de futuras pesquisas empíricas e contribuições para os estudos de ecossistemas, a fim de consolidar a teoria no contexto da gestão e inovação.</p> 2024-04-19T09:06:50-03:00 Copyright (c) 2024 Camila Coletto, Leonardo Caliari, Daniela Callegaro-de-Menezes https://periodicos.iffarroupilha.edu.br/index.php/cienciainovacao/article/view/413 Qualidade da água utilizada na produção de alimentos em agroindústrias de Santo Augusto, RS. 2024-04-15T15:43:35-03:00 Marieli Marques marieli.marques@iffarroupilha.edu.br Denise Felippin de Lima Rocha denise.rocha@iffarroupilha.edu.br Maria Fernanda da Silveira Cáceres de Menezes maria.menezes@iffarroupilha.edu.br <p>A água está presente em todos os setores da agroindústria, onde sua qualidade é fundamental. Neste contexto, este trabalho apresenta os resultados das atividades desenvolvidas por um projeto de extensão que avaliou a qualidade da água utilizada na produção de alimentos em agroindústrias localizadas no município de Santo Augusto, RS. Foram analisadas oito amostras de água, sendo cinco de distintas agroindústrias e três de diferentes locais de três destas agroindústrias. Embora as análises das amostras de água não revelem resultados preocupantes, não se deve desconsiderar a necessidade do acompanhamento contínuo da qualidade, como garantia da produção de alimentos seguros. Através dessas ações, é possível estimular e contribuir com o desenvolvimento das agroindústrias locais, fortalecendo o tripé ensino, pesquisa e extensão.</p> 2024-04-15T14:39:34-03:00 Copyright (c) 2024 Marieli Marques, Denise Felippin de Lima Rocha, Maria Fernanda da Silveira Cáceres de Menezes