Proteção passiva contra inciêndios em edificações

Resumo

As principais consequências dos incêndios em edifícios são: danos às pessoas (mortos e feridos), danos ambientais, impacto negativo de natureza social e econômica, danos ao patrimônio histórico e cultural, além de danos materiais. Neste artigo, foi proposta uma revisão da literatura sobre as medidas de segurança contra incêndios, listando instruções técnicas do Corpo de Bombeiros e normas brasileiras sobre proteção passiva, bem como os aspectos de controle de materiais construtivos. É importante salientar que as medidas de segurança contra incêndios passivas não atuam no combate do fogo, como as de proteção ativa. Essas medidas de prevenção englobam categorias que visam ao controle de materiais, à compartimentação de áreas, à segurança estrutural em situação de incêndio, ao acesso de viaturas do Corpo de Bombeiros, ao isolamento de riscos e às saídas de emergência. A proteção passiva contra incêndios nas edificações pode aumentar o tempo tanto para evacuação dos ocupantes, quanto para os resgates e combate ao fogo, bem como reduzir o risco da propagação do fogo e fumaça a outras compartimentações e edifícios vizinhos, resultando na redução de vítimas e prejuízos materiais. Palavras-chave: Medidas de segurança. Instruções técnicas. Controle de materiais de acabamento e revestimento (CMAR).
https://doi.org/10.26669/2448-4091250
PDF

Referências

ABNT. Associação Brasileira de Normas Técnicas. Catálogo. Disponível em: https://www.abntcatalogo.com.br/ Acesso em 15 de dez. de 2018.

ABNT. Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 9442: Materiais de construção - Determinação do índice de propagação superficial de chama pelo método do painel radiante - Método de ensaio. Rio de Janeiro (RJ). 1988.

ABPP. Associação Brasileira de Proteção Passiva. Nota da ABPP sobre incêndio do Museu Nacional do Rio de Janeiro, Quinta da Boa Vista. Disponível em: https://abpp.org.br/notas-abpp/ Acesso em 15 de dez. de 2018.

BERTO, Antônio Fernando. Proteção passiva contra incêndio na regulamentação e normalização brasileira. Palestra proferida no Seminário Internacional de Proteção Passiva Contra Incêndio. São Paulo (SP). 2016. Disponível em: http://escriba.ipt.br/pdf/174233.pdf Acesso em 15 de dez. de 2018.

Blog SCI. Proteção Passiva em Mezaninos, Escadas e Forros de Madeira. Disponível em: https://blogsci.com.br/protecao-passiva-em-mezaninos-escadas-e-forros-de-madeira/ Acesso em 15 de dez. de 2018.

CASTRO, Carlos Ferreira. Segurança Passiva/Ativa na Mitigação do Risco de Incêndio Urbano. Youtube. 28 de nov. de 2016. Disponível em: https://youtu.be/aiFSeYdKJLo Acesso em 15 de dez. de 2018.

CBMRS. Corpo de Bombeiros Militar do estado do Rio Grande do Sul. Instruções normativas. Disponível em: http://www.cbm.rs.gov.br/instrucoes-normativas Acesso em 15 de dez. de 2018.

CBMSP. Corpo de Bombeiros Militar do estado de São Paulo. Legislação – consulta. Disponível em: http://www.corpodebombeiros.sp.gov.br/ Acesso em 15 de dez. de 2018a.

CBMSP. Corpo de Bombeiros Militar do estado de São Paulo. Instrução Técnica nº 10: Controle de materiais de acabamento e revestimento. 2018. Disponível em: http://www.corpodebombeiros.sp.gov.br/dsci_publicacoes2/_lib/file/doc/it_10_2018.pdf Acesso em 15 de dez. de 2018b.

CKC®. Quem somos. Disponível em: https://www.ckc.com.br/index.php/quem-somos.html Acesso em 15 de dez. de 2018.

FUNDACENTRO. Fundação Jorge Duprat e Figueiredo. Pesquisadores elaboram Nota Técnica sobre os riscos da inalação de fumaça da combustão de polímeros. Disponível em: http://www.fundacentro.gov.br/noticias/detalhe-da-noticia/2014/1/nota-tecnica-sobre-os-riscos-da-inalacao-de-fumaca-produzida-pela-combustao-de-polimeros Acesso em 15 de dez. de 2018.

OBO BETTERMANN. BSS | Proteção Passiva contra Incêndios. Disponível em: http://obobrasil.com.br/produtos.php Acesso em 15 de dez. de 2018.

ONO, Rosaria Parâmetros para garantia da qualidade do projeto de segurança contra incêndio em edifícios altos. Ambiente Construído, Porto Alegre (RS), v. 7, n. 1, p. 97-113, jan./mar., 2007. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/ambienteconstruido/article/viewFile/3731/2083 Acesso em 15 de dez. de 2018.

RS. Rio Grande do Sul. Lei Complementar n.º 14.924, de 22 de setembro de 2016. Estabelece normas sobre Segurança, Prevenção e Proteção contra Incêndios nas edificações e áreas de risco de incêndio no Estado do Rio Grande do Sul e dá outras providências. Disponível em: http://www.al.rs.gov.br/FileRepository/repLegisComp/Lec%20n%C2%BA%2014.376.pdf Aceso em 15 de dez. de 2018.

TECNOLIRB. Pinturas intumescente. Disponível em: http://www.tecnolirb.com.br/ Acesso em 15 de dez. de 2018.

VIDAL, Maurício Felzemburgh. Proteção passiva contra incêndios em hospitais: análise e aplicação. Dissertação (mestrado) – Universidade Federal da Bahia, Faculdade de Arquitetura, Salvador, 2016. Disponível em: https://ppgau.ufba.br/sites/ppgau.ufba.br/files/dissertacao_mauricio_felzemburgh_-_versao_final.pdf Acesso em 15 de dez. de 2018.

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2020 Revista de Ciência e Inovação