A formação inicial do professor de química em uma instituição de EPT: experiências nas aulas de cálculo e geometria analítica
PDF

Palavras-chave

Novas metodologias no ensino
formação de professores
interdisciplinaridade.

Resumo

O presente artigo visa a retratar a experiência vivida na disciplina de Cálculo e Geometria Analítica desenvolvida no Curso de Licenciatura em Química do Instituto Federal Farroupilha - Campus Alegrete. Buscamos revelar a importância de se incentivar propostas metodológicas diferenciadas, principalmente em uma instituição de Educação Profissional e Tecnológica, tendo em vista o elevado grau de complexidade das disciplinas exatas no processo formativo dos alunos de graduação. Ressalta-se que estudar e pensar meios para descomplicar o ensino da disciplina de Cálculo é essencial para obter um aprendizado mútuo significativo entre aluno e professor. Assim, pretendemos envolver o leitor em torno da reflexão sobre as contribuições positivas vivenciadas em uma turma de ensino superior, para que, assim, o leitor reflita e utilize como possível material de apoio durante a realização de seu planejamento semestral ou anual. Para isso, ao longo do trabalho, realizamos uma síntese do contexto em que se insere a formação de professores em Instituições de Educação Profissional e Tecnológica, seu compromisso social, seus avanços e possíveis aprimoramentos.
https://doi.org/10.26669/2448-4091223
PDF

Referências

BRASIL. Ministério da Educação. Contribuições para o processo de construção dos cursos de licenciatura dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia. Brasília: Setec/MEC. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/licenciatura_05.pdf> .Acesso em: 12 de jun. de 2018.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação (CNE). Conselho Pleno (CP). Resolução CNE/CP nº 1, de 18 de fevereiro de 2002. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Básica, em nível superior, curso de licenciatura, de graduação plena. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 9 abr. 2002. Seção 1, p. 31. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/rcp01_02.pdf>. Acesso em: 8 de jun. de 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Carga horária dos cursos de licenciatura, de graduação plena, de formação de professores da Educação Básica em nível superior. Resolução nº2/2002. Diário Oficial da União, Brasília, DF, CNE. Disponível em:<http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CP022002.pdf>. Acesso em: 8 de jun. de 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Instituto Federal Farroupilha Projeto Político Pedagógico do Curso Superior de Licenciatura em Química. Santa Maria, 2014. Disponível em: <https://www.iffarroupilha.edu.br/projeto-pedag%c3%b3gico-de-curso/campus-alegrete>. Acesso em: 1 de junho de 2018.

MINAYO, J.M. Mudar a forma de aprender e ensinar com a internet. In: BRASIL. Salto para o futuro: Tv e informática na educação. Brasília: Ministério da Educação e do Desporto, SEED, 1999. p. 81-90.

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2019 Revista de Ciência e Inovação